Recuperação de Créditos


Recuperação de Créditos Previdenciários

Passíveis de recuperação são as verbas que não representam remuneração, mas sim que são indenizatórias

Regulada pela lei nº 8.212/1991, a contribuição previdenciária está na Constituição Federal e disciplina o pagamento de 20% sobre a folha de pagamento mensal de funcionários e avulsos. Nesse montante, além dos salários, estão incluídas outras formas de pagamento.

Passíveis de recuperação são as verbas que não representam remuneração, mas sim que são indenizatórias. Na prática, significa todos aqueles pagamentos aos funcionários, mas que não estão relacionados ao trabalho que realizaram dentro do período analisado.

Indenizatórios, portanto, são os pagamentos feitos a título de: 1/3 constitucional de férias, aviso prévio indenizado, adicionais de horas extra, auxílio doença entre outros. Esses valores não são considerados salários e, assim, não devem sofrer incidência da contribuição previdenciária.

Recuperação de Créditos Tributários

O serviço destina-se a empresas optantes pelo Lucro Real

A revisão fiscal é um estudo sobre a área fiscal e tributária da empresa de forma global, com o objetivo de mapear situações que possam ser corrigidas. Trata-se de um diagnóstico completo, fundamental para traçar o panorama atual da organização.

A metodologia pode ser decisiva para que a empresa recupere valores pagos de maneira indevida, preservando o seu fluxo de caixa. A análise é usada também nos casos de fusão e aquisição, em que potenciais compradores buscam respostas sobre os riscos de novos negócios.

Assim, uma revisão fiscal é quase sempre recomendada em processos de due diligence. Afinal, os dados levantados na revisão devem ser considerados na avaliação de viabilidade de um contrato