Planejamento tributário é chave para recuperar créditos previdenciários


Diminuir os custos envolvendo o pagamento de tributos. Otimizar a saúde financeira do negócio. Reduzir os tributos que incidem sobre a folha de pagamento. Aumentar os benefícios e vantagens aos colaboradores. Compliance fiscal. São muitas, portanto, as vantagens que a estratégia de recuperar créditos previdenciários traz com um bom planejamento tributário.

O que é planejamento tributário?

Segundo o contabilista Júlio Cesar Zanluca, trata-se do conjunto de ações para reduzir de maneira legal a quantidade de dinheiro a ser entregue ao governo. Em média, 33% do faturamento empresarial é dirigido ao pagamento de tributos. Do lucro, até 34% vai para o Estado. Percebe-se, portanto, como imprescindível a adoção de um sistema de economia legal.

Três são as finalidades do planejamento tributário. A primeira é evitar a incidência do fato gerador do tributo. A segunda é reduzir o montante do tributo, sua alíquota ou reduzir a base de cálculo. A terceira é retardar o pagamento, postergando o máximo possível, sem a ocorrência da multa.

Recomenda-se que a estratégia de recuperar créditos previdenciários deve fazer parte do planejamento tributário anual da organização. Sugere-se também que a empresa conte com consultorias especializadas, tanto na recuperação pela via administrativa quanto na judicial.

Quer saber mais sobre o assunto? Baixe gratuitamente o ebook Recuperação de Crédito Previdenciário, elaborado pelos profissionais da Assertif.

As três vantagens da recuperação do crédito previdenciário


Um dos maiores sócios de qualquer negócio é o governo. Desse modo, reduzir a tributação de maneira legal é uma das principais estratégias de competitividade das empresas. Afinal, somente em 2018, colaboradores e organizações recolheram aproximadamente R$ 400 bilhões ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Confira as vantagens da recuperação do crédito previdenciário.

Como as empresas recolhem o INSS patronal? Uma maneira é por meio do cálculo de 20% do total das remunerações pagas. Outra maneira é por meio de alíquota em cima da receita bruta. O valor é de 4,5% para o segmento da construção civil e de obras de infraestrutura). De 2% para o marcado de transporte ferroviário, metroferroviário e rodoviário) e de 1,5% para empresas de radiodifusão, jornalística e de imagens e sons.

Primeira vantagem

A recuperação de crédito previdenciário possibilita reduzir os custos envolvendo o pagamento de tributos e, assim, melhorar a saúde financeira do negócio;

Segunda vantagem

Possibilita também reduzir os tributos que incidem sobre a folha de pagamento e oferecer mais benefícios e vantagens aos funcionários,

Terceira vantagem

Possibilita ainda que a área contábil da organização fique de acordo com a legislação vigente e atenta às modificações e novos entendimentos da Justiça.

Quer saber mais sobre o assunto? Baixe gratuitamente o ebook Recuperação de Crédito Previdenciário, elaborado pelos profissionais da Assertif.