Carga de impostos elevada pede recuperação de crédito tributário


O estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) não é o único que demonstra o peso dos impostos para o setor produtivo brasileiro. No Brasil, a carga de taxas e contribuições equivale a 32% do PIB, fazendo do país o 14º no ranking mundial, segundo estudo do ICDE/IBGE. Mais uma evidência, portanto, da importância da recuperação de credito tributário.

Há países mais desenvolvidos do que o Brasil com carga tributária bem menor, como é o caso dos Estados Unidos, com 26,4%, e a Suíça, com 27,9%. Mesmo o Reino Unido, conhecido pela alta tributação, tem um índice bem semelhante ao brasileiro, de 32,5%.

Percebe-se, portanto, como é vital para as empresas brasileiras, bem como as organizações internacionais que atuam no mercado local, concentrarem ações na Revisão Fiscal e na Recuperação de Tributos.

Basta lembrar, contudo, que as margens de lucros de muitos setores, como o de indústria e comércio, são bem mais modestas do que a participação dos impostos sobre as receitas.

Quer saber mais sobre o assunto? Baixe gratuitamente o ebook Recuperação de Crédito Tributário, elaborado pelos profissionais da Assertif.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *